BRASIL, Sudeste, ARARAS, PARQUE SANTA CANDIDA, Homem, de 12 a 15 anos, Portuguese, English, Livros, Informática e Internet
ICQ - 291292313


01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004


Dê uma nota para meu blog


 Revista UFO
 Assustador - Um site assustador, porém realista...
 Portal UfoGenesis
 Sobrenatural.org
 Revista Vigília
 Ceticismo Aberto
 R-Farsas
 Sucatas.com
 Mechanic Blog - O Blog da Mecânica!






O que é isto?
UfoBlog --- O Blog do Inexplicável...


Leiam

"Amigos ufólogos do Brasil e exterior:
 
Por favor, reproduzam e divulguem esta convocação que fazemos ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para que abra os arquivos militares sobre UFOs em nosso país. Repassem este anúncio aos seus contatos, postem nas listas de que participam, publiquem em seus sites e blogs e encaminhem aos jornalistas de suas cidades.
 
A união faz a força e nos levará, certamente, à liberdade de informações ufológicas no Brasil.
 
Agradeço toda a colaboração."
 
A. J. Gevaerd, 
em nome da Comissão Brasileira de Ufólogoa (CBU)
 


 Escrito por Guizão às 13h33
[ ] [ envie esta mensagem ]



Extra! Extra! Bush e o Alienígena!


          

    Um fotógrafo ganhou em juízo depois que uma de suas fotografias foi alterada para mostrar o presidente dos Estados Unidos dando a mão para um alienígena. 

    O fotógrafo freelance Douglas M. Bruce tirou uma fotografia do presidente Bill Clinton e um agente do serviço secreto durante a campanha presidencial de 1992. 

    Entretanto, o jornal The Boston Globe informou que a fotografia foi alterada pelo diário sensacionalista The Weekly World News, para que deixasse a impressão que Clinton estava, na realidade, junto com um alienígena. 

    Não é a única vez que o The Weekly publica imagens onde mostravam políticos norteamericanos em companhia de extraterrestres. 

    Durante a campanha presidencial norteamericana de 2000, George W. Bush apareceu em um artigo da publicação que mostrava o candidato com um alienígena. 

    O Tribunal de Apelação dos Estados Unidos ordenou ao tablóide da Flórida que pague ao fotógrafo a quantia de 25.000 dólares por mostrar a fotografia em sua página principal, em camisetas e anúncios durante o mandato de Bill Clinton. 

    O documento disse que Bruce queria 400.000 dólares em direitos autorais por uma instantânea que se transformou, virtualmente, no mascote do Weekly World News durante oito anos, inclusive depois que o advogado de Bruce enviou ao diário uma carta pedindo para que não fosse mais utilizada.


Fonte : Revista UFO e E-farsas

 



 Escrito por Guizão às 13h24
[ ] [ envie esta mensagem ]



O SITE...

Em algumas semanas o UfoBlog irá virar um site, esperem notícias...

 Escrito por Guizão às 18h17
[ ] [ envie esta mensagem ]



Falta de Atualizações

Prezados internautas,

Devido a problemas técnicos em meu computador, há algumas semanas não consigo atualizar esse blog, e por isso estou escrevendo essa mensagem do computador de um amigo meu. Vou tentar atualizar com mais freqüencia assim que tais problemas relacionados sejam resolvidos.

Atenciosamente,

Guizão



 Escrito por Guizão às 00h28
[ ] [ envie esta mensagem ]



“Quem são eles?”
Ufologia através do rádio

O programa Quem são eles? nasceu da idéia de três amigos, todos com experiências de avistamentos, que viram a necessidade de se divulgar conhecimentos que formam a cultura ufológica para uma faixa da população de baixa renda sem acesso aos esclarecimentos necessários para entender fenômenos que eventualmente estejam vivenciando, além de levar uma proposta de unificação de pensamento aos estudiosos ligados ao tema. Os assuntos são abordados de maneira séria, isenta, sem preconceitos, com a participação de especialistas nas áreas cientifica e mística, para que propaguem seus conhecimentos e possam interagir junto ao público através dos telefonemas recebidos durante a transmissão.

Os ouvintes ligam para tirar dúvidas, relatar casos pessoais de avistamentos e até mesmo darem opinião a respeito dos temas abordados. O programa Quem são eles? estreou em agosto de 2002 na Rádio Bandeirantes, ficando no ar durante 8 meses, com um total de 36 programas. O programa reestreou em julho deste ano na Rádio 1440 AM do Rio de Janeiro, e está no ar todos os domingos a partir das 22h.

Quem são eles? é apresentado por Luciano Didier, dirigido por Jony Raw e produzido por Rosangela Hallen. Na história do programa já participaram algumas personalidades, como: Marco Antonio Petit (co-editor da Revista UFO), Ademar Gevaerd (editor de UFO), Marilia Accioly, Arildo Bernacch, Milton Botelho, Elias Seixas, Ronaldo Campos Fortes, Chica Granchi, entre outros.

Mais informações através do e-mail: quemsaoeles@ig.com.br ou dos telefones: (21) 98575941 ou (21) 98822205.

 
Autor: Jony Raw
Fonte: Jony Raw
Crédito da foto: album.br.inter.net/


 Escrito por Guizão às 19h44
[ ] [ envie esta mensagem ]



Avistamento em Nova York?
 

Infelizmente, não. Esta foto de um UFO sobrevoando a Ilha de Manhattan foi por muitos anos tida como verdadeira, sendo publicada em várias revistas ufológicas do mundo, inclusive a nossa REVISTA UFO. A autoria desta bela foto é de um espanhol, residente no Bronx, Manuel Fernandez – um ufólogo dedicado a desmascarar fraudes. Fernandez confeccionou um cantil de alumínio com o formato de um UFO. A seguir, arremessou o objeto no ar em Nova Jersey. Foram feitas várias fotos do objeto e selecionou-se apenas três delas para divulgação.

O curioso é que várias histórias foram inventadas para o suposto avistamento, uma delas que o UFO emergiu do rio e se afastou voando. Para detecção desse tipo de fraude, é importante verificar as bordas levemente distorcidas, pois o objeto é pequeno e está relativamente próximo da máquina fotográfica, em contraste com o ambiente, que permanece fixo. Além deste detalhe, devemos tomar os seguintes cuidados:

1. Examinar a foto e o respectivo negativo;

2. Examinar as fotos, e também os negativos, realizadas antes e depois da foto em questão;

3. Examinar a máquina fotográfica, a lente objetiva, o campo visual, a sensibilidade do filme, regulagens como: velocidade, abertura, foco etc;

4. Examinar os acessórios utilizados, como: pára-sol, filtros especiais, flash etc;

5. Examinar o local onde foi obtida a foto, verificando a posição do Sol, o horário, as sombras etc,durante a exposição;

6. Tomar o depoimento do autor da foto com o máximo de detalhes.

Com todos os dados em mãos, deve-se fazer os cálculos de ótica , verificando se coincidem com a foto e o depoimento do fotógrafo. Certamente, será necessário o uso de equipamentos auxiliares para as análises de granulação da imagem. Existem programas que verificam se o objeto é ou não tridimensional, se tem luz própria ou se reflete a luz solar, se tem algum fio fino de sustentação, se a iluminação é regular ou irregular etc. O programa mais importante é a fatoração da borda ponto-a-ponto, pois permite determinar a distância e o tamanho do objeto.

Como podemos ver, a matéria da página 19 de UFO 81, de autoria de Philipe Kling David, por exemplo, define com mais detalhes aspectos da perícia ufológica.

Rogério de Paulo da Silva – EBE-ET Brasília (DF)

 
Autor: Rogério de Paulo da Silva
Fonte: Rogério de Paulo da Silva
Crédito da foto: Manuel Fernandez


 Escrito por Guizão às 19h42
[ ] [ envie esta mensagem ]



Poucos Posts e O CEU

Ei gente, me desculpem por estar colocando poucos posts nos ultimos dias, é que eu estou tendo a Semana de Provas na escola e tô sem tempo. Em breve colocarei mais posts interessantes. Tem uma iniciativa de um código, o Código de Ética do Ufólogo(CEU), que quem estiver interessado , é só me mandar um email para suahoravaichegar@yahoo.com.br, que eu mandarei. É importante que, quem se interesse pelo assunto o leia com muita atenção.

 Escrito por Guizão às 13h24
[ ] [ envie esta mensagem ]



O mundo pode ser virtual, dizem cientistas

Pesquisadores de Cambridge escrevem artigo afirmando que haveria, sim, chances de o universo ser apenas uma simulação

São Paulo -26/11/2004. E se nós estivéssemos vivendo numa realidade virtual, num mundo programado em que o próprio universo fosse apenas imagens e sensações produzidas num computador colossal?


Se você é um entre aqueles milhões que pensaram nesta possibilidade ao assistir aos filmes da trilogia Matrix, saiba que a hipótese é seriamente - ao que parece - considerada por dois cientistas da respeitada Universidade de Cambridge.

O físico Martin Rees e o matemático John Barrow escreveram um artigo acadêmico em que afirmam que toda a matéria, tal como as conhecemos hoje, poderia ter sido simulada com alta tecnologia por alguma civilização avançada em qualquer ponto do universo, que faria na Terra seus ''experimentos'' ou coisa parecida.

Rees toma como exemplo a própria tecnologia disponível entre os terráqueos. ''Há algumas décadas, os computadores só podiam simular modelos muito simples, e agora podem criar mundos virtuais com muitíssimos detalhes'', disse ele à agência AFP.

Não seria tão complicado, segundo Rees, a poderosos extraterrestres criar um universo específico, ou a parte de um ''multiverso''.

Barrow lembra que ao longo dos tempos as pessoas sempre acreditaram que civilizações mais avançadas poderiam estar nos observando e, vez por outra, estabelecendo algum contado direto.

''Uma sociedade mais desenvolvida tecnologicamente, em vez de apenas simular climas e formações de galáxias, como nós fazemos, poderia ir mais longe'', afirma Barrow. ''Incorporando regras de bioquímica em suas simulações astronômicas, esta civilização seria capaz de observar a evolução da vida e da consciência.''

A tese dos dois cientistas não causa muito entusiasmo entre colegas como Seth Lloyd, professor de engenharia mecânica quântica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Para ele, uma simulação de tal complexidade exigiria um computador tão imenso que a imaginação não seria suficiente para concebê-lo.


Jornal Estadão



 Escrito por Guizão às 13h16
[ ] [ envie esta mensagem ]



Aeronave X-43A atingi velocidade de quase 10 vezes a do som

17/11/2004 - LOS ANGELES (Reuters)



Vôo de teste da Nasa bate recorde de velocidade

Um jato experimental não-tripulado quebrou o recorde mundial de velocidade na terça-feira, voando sobre o oceano Pacífico a pouco mais de 11.200 quilômetros por hora, em um teste da Nasa com um equipamento de tecnologia supersônica.
A aeronave X-43A voou em uma velocidade de Mach 9,6 -- quase dez vezes a velocidade do som-- depois de ser levada por um foguete a cerca de 33 quilômetros de altura e ser liberada.
Um avião B-52 adaptado havia transportado o jato experimental e o foguete para o alto.
Este foi o último dos três lançamentos experimentais da série X-43A.
A tecnologia ''scramjet'' aproveita oxigênio do ar, em vez de levar oxigênio líquido em um tanque, como fazem os foguetes normais.
A NASA disse que a tecnologia pode abrir caminho para vôos mais baratos, mais rápidos e seguros até a atmosfera superior, com aeronaves menores e mais leves.
''Acho que é mais fácil do que as pessoas pensam. Podemos realmente fazer isso. Não quero dar a impressão de que seja muito fácil, mas é definitivamente factível'', disse Randy Voland, pesquisador sênior de motores do projeto, em entrevista coletiva depois do teste.
O programa de oito anos e 230 milhões de dólares teve um começo difícil em junho de 2001, quando o primeiro X-43A e o foguete tiveram que ser destruídos no ar. A segunda tentativa, em março deste ano, chegou com sucesso à velocidade de Mach 7.
O decolou da Base da Força Aérea Edwards, no deserto ao norte de Los Angeles, acoplado ao B-52 da NASA.

(Por Ben Berkowitz)


Seria esta uma tecnologia "alienígena"?
Conforme relata Randy Voland, "Acho que é mais fácil do que as pessoas pensam..."


(Reuters/uol)





 Escrito por Guizão às 11h12
[ ] [ envie esta mensagem ]



Telescópio Spitzer encontra "nebulosa mal-assombrada" na Via Láctea
 

As lentes infra-vermelhas do telescópio Spitzer, da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), flagraram um "fantasma" espreitando atrás de um manto de poeira cósmica – uma nebulosa com jeito de assombração a 3.900 anos-luz da Terra, na constelação de Cygnus. Chamada de DR6, a nebulosa pertence à Via Láctea, mesma galáxia da Terra. Segundo a NASA, parece ter dois "olhos" e uma enorme "boca". Ela abriga cerca de 10 estrelas maciças recém-nascidas, entre 10 e 20 vezes maiores que o nosso Sol.

Os "olhos" e a "boca" do corpo celeste teriam surgido devido à intensidade do calor e dos ventos espaciais, originados na faixa central e mais brilhante da nebulosa, onde estariam as estrelas. Essa região central tem, de acordo com os cálculos da NASA, 3,5 anos-luz – cerca de 33 trilhões de quilômetros. As regiões esverdeadas seriam compostas por gases, enquanto as avermelhadas por poeira estelar originada durante o nascimento dos sóis.

Ao centro da imagem captada, uma segunda geração de estrelas está em processo de formação. Segundo os cientistas da NASA, a seu tempo, elas farão uma "plástica" na aparência da nebulosa.

 
Autor: Folha Online
Fonte: Folha Online
Crédito da foto: Nasa/JPL/Caltech
   


 Escrito por Guizão às 14h59
[ ] [ envie esta mensagem ]



Veículo voador pessoal será realidade
No futuro as estradas serão de laser e os veículos, discos voadores

Os Personal Air Vehicle (PAV) seriam discos voadores pessoais, semelhantes àquele utilizado pelos Jetsons, de Hanna-Barbara. Este carro sem rodas e voador faria inveja àquele antigo fusca que voava, de Walt Disney e, certamente, não deixaria a desejar as versáteis naves pessoais do mundo dos Jetsons. Para serem concebidos dentro dos próximos 25 anos – como prevê a empresa Boing e a Agência Espacial Norte-Americana (NASA) – os PAV já devem estar sendo desenvolvidos há décadas. Certamente, tais veículos fariam parte de uma extensa família de inventos secretos, utilizando tecnologias fora do convencional. Seu formato seria discóide ou ovalado.

Segundo alguns, esta seria a forma universalmente perfeita de se navegar no espaço, tanto dentro como fora da atmosfera. É importante ressaltar que a maioria dos objetos voadores não identificados são descritos como tendo formato de discos voadores. Sabe-se que tecnologias revolucionárias de propulsão estão sendo pesquisadas por laboratórios de várias nações do mundo. Certamente isso implicaria numa já realização de testes práticos com veículos voadores “fora do convencional”. Conceitua-se que o modelo convencional de uma aeronave terrestre ainda seria aquele básico, lançado por Santos Dumont no início do século passado.

Consiste em um cilindro extenso, de onde saem asas maiores da parte frontal e menores na traseira, incluindo uma cabine para o piloto. Este é o design convencional das aeronaves terrestres nos últimos 100 anos. Estaríamos então, prestes a assistir uma mudança revolucionária na aviação? Acreditamos que esta mudança já fora sacramentada e que o PAV já é uma realidade, porém censurada e usada somente para fins militares de algumas nações. É importante destacar a crescente constatação de objetos voadores não identificados em todas as latitudes do globo, sendo a maioria descrita como objetos bólidos ou discóides.

Mesmo que não tenhamos ainda uma comprovação oficial da existência de discos voadores terrestres em vôo, somos levados a crer – e temos razões para isso – que as mais avançadas e secretas técnicas de navegação aérea já possam estar em prática. Bom exemplo é a própria internet, criada por militares norte-americanos – sendo, à época, um sistema altamente secreto e jamais imaginado pelos contemporâneos de seus inventores – para hoje se tornar um sistema de comunicação global, compartilhado por significante fração de pessoas em todo o mundo.

A internet extrapolou as convenções do mundo das comunicações, colocando consagradas e históricas invenções literalmente no baú. Seguindo este mesmo paradigma, concluímos que os PAV, em breve, poderão vir fazer dos mais avançados automóveis terrestres peças raras de museus.

* Pepe Chaves é editor do jornal Via Fanzine www.viafanzine.yan.com.br e coordenador de relações públicas para a Revista UFO na internet. 

 
Autor: Pepe Chaves
Fonte: UFOVIA
Crédito da foto: Hanna-Barbera


 Escrito por Guizão às 14h42
[ ] [ envie esta mensagem ]



Sobre as Imagens que não abrem...

Como vocês já devem ter percebido, a maioria das imagens do site não abre, porque o servidor tá dando problemas...

Mas já estou fazendo o possível para recuperá-las



 Escrito por Guizão às 14h38
[ ] [ envie esta mensagem ]



Telescópio Spitzer fotografa galáxia em forma de redemoinho
 

Galáxia M51, ou NGC 5194

O telescópio espacial Spitzer capturou uma imagem de um verdadeiro redemoinho espacial – a galáxia M51, ou NGC 5194, recheada de estrelas, poeira estelar e gás, a 37 milhões de anos-luz da Terra. A fotografia faz parte de uma série de imagens do telescópio divulgadas pela Agência Espacial Norte-Americana (NASA), em um projeto chamado "Legacy". O objetivo é facilitar aos astrônomos o acesso a dados coletados pelo Spitzer. A galáxia, vista pelas lentes infra-vermelhas do telescópio, possui grande quantidade de filamentos estreitos entre cada "braço" de sua grande espiral.

Essas regiões se apresentam de forma regular, diferente das brilhantes emissões de gás vistas nos braços da galáxia. Os astrônomos acreditam que o formato de redemoinho da M51 tenha sua origem em uma grande colisão entre duas galáxias. Compreender o papel que essas trombadas espaciais têm na formação de estrelas é um dos objetivos dos cientistas.

As imagens da M51 são parte de um projeto de 500 h de observação espacial da NASA que pretende estudar 75 galáxias próximas à Terra com imagens infravermelhas e espectroscopia. O objetivo é reunir dados que ajudem a compreender a formação de estrelas e as propriedades das galáxias.

 
Autor: Folha Online
Fonte: Folha Online
Crédito da foto: Nasa/JPL/Caltech


 Escrito por Guizão às 14h36
[ ] [ envie esta mensagem ]



Grupo testa nave movida a "vela solar" no início de 2005
 

Sociedade Planetária

Um grupo privado sem fins lucrativos que teve entre os fundadores o astrônomo Carl Sagan pretende colocar em órbita no início do ano que vem uma nave espacial movida por velas solares, que impulsionam o aparelho e são movidas a fótons emitidos pelo Sol. Chamada Cosmos 1, a nave será colocada em órbita por um míssil intercontinental modificado, lançado por um submarino russo no Mar de Barents, segundo a organização dedicada à exploração espacial. O dia do lançamento está previsto para 1º de março, mas a janela de lançamento deve se estender até 7 de abril. A data exata será estabelecida pela marinha russa.

O objetivo da missão, orçada em US$ 4 milhões, é realizar o primeiro vôo controlado com uma vela solar. Os cientistas esperam poder utilizar a tecnologia em futuros vôos interestelares. Embora muito suave, a pressão exercida pelos fótons permitirá a este tipo de nave alcançar com o tempo altas velocidades e cobrir grandes distâncias. Segundo Louis Friedman, diretor executivo da Sociedade Planetária e do projeto Cosmos 1, o Japão já testou uma vela solar num vôo suborbital, e a Rússia montou uma vela solar no exterior da sua velha estação espacial Mir.

Nenhum dos casos, no entanto, foi um vôo controlado. Quando o Cosmos 1 estiver em órbita, tubos infláveis vão esticar o material das velas, ajustando-as a oito estruturas rígidas de 1,5 metro de comprimento semelhantes às pás de um moinho. Cada pá pode girar para refletir a luz solar em várias direções, de modo que a nave possa "tatear" o Sol, como acontece com um barco à vela em relação ao vento. O Cosmos 1 é um projeto da Sociedade Planetária, fundada em 1980 pelo falecido astrônomo Carl Sagan, por Bruce Murray, antigo diretor do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), e Louis Friedman, também veterano do JPL.

A nave foi construída pela companhia aeroespacial russa NPO Lavochkin, com financiamentos do Cosmos Studios – com sede em Ithaca, Nova York –, co-fundado pela viúva de Sagan, Ann Druyan, para criar entretenimento a partir da ciência. Dryuan recordou que Sagan, falecido em 1996, teria feito 70 anos em 09 de novembro. "Não podia ser mais adequado iniciar a contagem regressiva para o lançamento do Cosmos 1 no aniversário de Carl", comentou.

A Rússia já havia lançado em 2001 um protótipo da vela solar da Sociedade Planetária, mas o foguete não desenvolveu força suficiente e a nave não chegou a separar-se do lançador. O Cosmos 1 deverá ser colocado numa órbita quase polar, a 800 km de altitude, e funcionar durante um mês. "Ficaríamos satisfeitos com um par de semanas, ou mesmo alguns dias", disse Friedman. Com uma área total de 602 metros quadrados, a vela solar será visível no céu noturno como um ponto de luz brilhante.

 
Autor: Agência Lusa, em Pasadena (EUA)
Fonte: Folha Online

 

PS: lembram-se daquele quadro chinês em msgns anteriores...?



 Escrito por Guizão às 14h35
[ ] [ envie esta mensagem ]



O que acontecerá comigo se eu for abduzido

09/11/2004. ''Indivíduos que alegaram terem sido abduzidos por extra-terrenos apresentaram estórias semelhantes. Eles dizem que foram abduzidos em todas situações possíveis de se imaginar, mas a maioria deles dizem terem sido abduzidos em sua cama ou dirigindo carros.



Normalmente o indivíduo está dirigindo o seu carro ou descansando em suas camas e é surpreendido por um luz muito brilhante. Se ele estiver no carro, todo o sistema de eletricidade do carro para de funcionar e o motor para. A luz brilhante causaria a paralisia do indivíduo enquanto sua mente está repleta de medo e terror. O abduzido verá vários seres de baixa estatura se aproximando, e levando-o para a sua nave.

O abduzido é levado para dentro da nave e diretamente para um cômodo branco em forma circular. No meio do cômodo há uma mesa de operação metálica a qual o abduzido é instruído à deitar após retirar todas as suas roupas.

Durante todo o processo o indivíduo está em estado de choque recebendo mensagens telepáticas dos extra-terrenos. Enquanto está na mesa, o indivíduo é examinado e pequenas amostras são retiradas (sangue, osso, óvulo da mulher e esperma do homem).
O cérebro do indivíduo iria ser operado e um pequeno implante seria feito bem fundo em sua cavidade nasal ou do ouvido. Algumas mulheres abduzidas são implantadas com um embrião alien-humano híbrido no seu útero (o feto é retirado pelos extra-terrenos 2 a 3 meses após o implante).

Depois dos exames e cirurgia, o indivíduo é instruído para sair de cima da mesa e vestir as suas roupas. O indivíduo é escoltado para fora do cômodo circular.

Normalmente o indivíduo é levado para outras partes da nave: um cômodo onde fetos alien-humanos híbridos estão crescendo em tanques com líquidos, uma maternidade onde crianças alien-humano híbridos estão - algums vezes uma das crianças é apontada como sendo produzido pelo esperma ou óvulo do indivíduo, um cômodo onde o indivíduo é instruído a ver um mural com detalhes da história passada da Terra e previsões de futuras catástofres, ex: tempestades, cidades em chamas, vulcões em erupção, e chuvas devastadoras.

O indivíduo é escoltado para fora da nave de volta ao seu carro ou cama. O indivíduo é telepaticamente avisado que ele esquecerá tudo o que aconteceu e que sua vida continuará como se nada tivesse acontecido.

O indivíduo não terá nenhuma pista para saber o que aconteceu a não ser a sensação diferente e haverá um período de tempo o qual ele não conseguirá se lembrar o que ele estava fazendo. Usualmente, o único jeito para o indivíduo perceber que foi abduzido seria descobrir os estranhos sintomas ou sobre uma sessão de hipnose


Grupo de Pesquisas Ufologicas de Americana



 Escrito por Guizão às 12h18
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]